Mídias

PetroRio compra embarcação e 80% do campo de Tubarão Martelo PetroRio compra embarcação e 80% do campo de Tubarão Martelo

03.02.2020

Institucional

PetroRio compra embarcação e 80% do campo de Tubarão Martelo

A PetroRio, maior companhia independente de óleo e gás do país, anuncia a compra da embarcação OSX-3, por US$ 140 milhões (cerca de R$ 600 milhões), conjuntamente com a aquisição de 80% no Campo de Tubarão Martelo – onde a unidade de Produção Armazenamento e Transferência de Óleo e Gás (FPSO)encontra-se afretada. As duas transações irão permitir a integração entre os campos de Polvo, já operado pela PetroRio, e Tubarão Martelo, ambos na Bacia de Campos (RJ). Trata-se da primeira iniciativa de uma empresa independente no país para a otimização de campos maduros, com a criação de um polo na região – todos os poços produtores de óleo dos dois campos serão interligados ao novo FPSO adquirido (OSX-3). “Estudamos muito essa aquisição e nos preparamos para colocar em prática uma estratégia pioneira de revitalização de campos em produção no Brasil. Os dois negócios irão gerar sinergias significativas, redução de custos, extensão da vida econômica dos dois campos e menores emissões diante da operação integrada. Seguimos ainda nossas premissas básicas de segurança e responsabilidade com o meio ambiente”, ressalta Nelson Queiroz Tanure, CEO da PetroRio. Os custos operacionais somados de Polvo e Tubarão Martelo, atualmente em mais de US$ 200 milhões ao ano, devem cair em cerca de US$ 70 milhões por ano, depois de implementadas sinergias com logística e operação, além da devolução do FPSO atualmente arrendado para o processamento e armazenamento do óleo do campo de Polvo. Com isso, a PetroRio estima que os custos de produção do novo polo poderão alcançar cerca de US$ 15 por barril, resultando em um aumento previsto da vida econômica dos ativos até aproximadamente 2035 e com impacto positivo na produção e acréscimo de reservas de 40 milhões de barris, totalizando 52 milhões de barris. Tubarão Martelo produz atualmente cerca de 5.800 barris/dia, mas esse volume poderá chegar a até 10 mil barris/dia, após a conclusão da campanha de revitalização do campo em curso. O novo polo poderá atingir produção estimada de 20 mil barri/dia a partir de 2021. Integração de Polvo e Tubarão Martelo A aquisição dos 80% do campo de Tubarão Martelo terá como compartida a assunção de 100% dos custos de operação do campo, com direito a comercializar inicialmente 80% do óleo produzido. Após a interligação dos campos de Tubarão Martelo e Polvo, prevista para meados de 2021, a PetroRio ficará com 95% de participação no novo polo produtor integrado; e a Dommo (atual operadora), com os 5% restantes. O investimento na integração dos dois ativos, distantes apenas 9 km, está previsto para ser entre US$ 50 milhões e US$ 60 milhões. A PetroRio contou com a contribuição da Prisma Capital, como assessora financeira durante todo o processo, o que inclui o financiamento de US$ 100 milhões para o projeto. As operações dependem de aprovação dos órgãos reguladores – Cade e ANP. Modelo PetroRio O modelo de integração dos dois campos foi amplamente estudado pela equipe da PetroRio, sob a ótica da tecnologia desenvolvida pela companhia, a C.R.P – Custo, Reservatório e Produção -, que consiste em técnicas inovadoras no Brasil de racionalização de custos, foco no gerenciamento dos reservatórios, e o redesenvolvimento de campos maduros visando o incremento na produção. “Essa nossa visão inovadora e método de gestão com empenho, persistência engajamento de todo o time PetroRio têm como objetivo o aumento da recuperação de óleo e a extensão da vida econômica do campo, gerando benefícios para a companhia e a sociedade. Os cinco anos de vida da companhia são traduzidos pelas conquistas obtidas e o forte aumento do valor de mercado da empresa, fruto do reconhecimento da nossa capacidade de realizar bons negócios, com resultados para os nossos acionistas”, destaca.


Leia Também

11.12.2019

Stand up em alto mar: PetroRio promove show de humor para colaboradores embarcados

Em mais uma ação inovadora, a Companhia promoveu um show de stand up comedy com o comediante Paulinho Serra para 136 funcionários em navio de petróleo

Continuar lendo

10.12.2019

PetroRio recebe jovens profissionais do setor de óleo e gás

Nelson Queiroz Tanure participou do evento “Uma Jornada até o Topo” com dicas e troca de experiências sobre como se destacar na carreira

Continuar lendo

31.10.2019

PetroRio registra EBITDA ajustado de R$ 216 milhões no 3TRI, com alta de 103%

Receita líquida sobe 78% comparada ao mesmo trimestre de 2018, chegando a R$ 399 mi; CEO Nelson Queiroz Tanure destaca margem EBITDA de 54%

Continuar lendo